O primeiro passo para a organização é o desapego, um passo difícil para muitos de nós. Como seres humanos, nascemos com o apego a tudo: trabalho, família, amigos, telemóveis, roupas e a lista continua.

“Apegos perturbam a mente e impedem-nos de agir com liberdade”, explica a Monja Coen.  A dificuldade de desapegar é uma demonstração clara de que não conseguimos andar para frente, principalmente quando começamos com desculpas tais como “vou usar quando emagrecer”, “estou a guardar para um momento especial”, “tem um valor sentimental muito grande”, etc.

Quantas vezes já teve a sensação de que usa as mesmas roupas com frequência? Isso acontece porque possuímos uma grande quantidade de roupa no guarda roupa que nem conseguimos visualizar, e por falta de organização nossa.

Desapegar é uma atitude que decidimos ter ou não ter. Por mais difícil que seja, às vezes temos mesmo de deixar ir para nos sentirmos mais leves. Para além disso, tudo o que está a mais na nossa casa pode estar a fazer falta a outra pessoa.

Ao eliminar o excesso de roupas, sapatos e objectos conseguimos visualizar o que temos, organizar melhor e trazer a praticidade para o nosso dia-a-dia. Esta é uma pratica que é aconselhável realizar de seis em seis meses, ou de ano a ano.

A organização do ambiente traz consigo paz de espírito, leveza, estabilidade emocional e economia financeira, uma vez que passa a consumir de forma mais consciente.

Como desapegar em 4 passos:

  1. Preparação mental, tudo começa no nosso interior.
  2. Definir metas realistas e respeitar o nosso tempo.
  3. Separar as coisas por categorias e comece pelo que for mais fácil de descartar. Pergunte-se se a peça lhe faz feliz?
  4. Separa uma caixa para doação e dá um destino adequado ao que já não usas.

Para finalizar, tenha em atenção que tudo o que nos cerca tem energia e energia parada é um desperdício. A ideia é guardar somente o que é útil e lhe faz feliz.